Glossário

Este glossário funciona como material de apoio para a coluna Abrindo o Deck, facilitando o entendimento de diferentes termos do universo dos card games e ajudando na compreensão dos artigos da coluna. Esta página será atualizada frequentemente, sempre que um novo artigo for postado e pode ser referenciada quando necessário.

Deck – baralho de cartas de um jogo, normalmente usado assim para se referir à baralhos que são montados antes da partida e que cada jogador precisa ter para jogar.

Ludologia – Área da ciência que estuda o lúdico e suas manifestações, principalmente na forma de jogos.

Card Games – jogos de cartas, frequentemente usado dessa maneira , em Inglês, para se referir a jogos com cartas onde os jogadores precisam montar baralhos(decks) previamente à partida para jogar.

MagicMagic: The Gathering card game mais antigo, referência para todos os card games.

Competitivo – Termo usado quando se joga um card game com o intuito de ganhar competições, se mantendo atualizado quanto ao Meta e utilizando decks que competem no Meta.

Deckbuilding – Termo usado para referir a construção prévia de baralhos de um card game para jogar.

Combos – Termo usado para referir a combinações de cartas que gerem um efeito poderoso ou interações não obvias.

Limitado – Formato de jogo em card games onde ao invés de se construir um deck previamente utilizando de todas as cartas disponíveis no jogo você recebe uma quantidade limitada de cartas e pode usar apenas elas para montar seu baralho para jogar. Exemplo: em Magic, no formato Selado, você recebe 6 boosters (15 cartas cada) e deve montar um baralho com apenas essas cartas para jogar um campeonato.

Construído – Formato de jogo em card games onde se constrói um baralho dentre as cartas disponíveis, a disponibilidade das cartas pode ser delimitada por edições ou não.

TCG – Acrônimo para Trading Card Games ou Card games Trocáveis, é um formato de distribuição de card games, onde as cartas são vendidas em produtos aleatórios, chamados boosters, e separados em edições. É chamado assim pois os jogadores trocam cartas adquiridas por outras, como a distribuição é aleatória não é fácil o acesso a todos os cards.

CCG – Acrônimo para Collectible Card Games ou Card Game Colecionável, é igual ao TCG apenas o colecionável faz alusão a outra parte da distribuição aleatória, em que os jogadores precisam colecionar as cartas para jogar.

LCG – Acrônimo para Living Card Games, marca registrada da FFG, representa uma forma de distribuição de card games que consiste de produtos sem conteúdo aleatório e lançamento através de ciclos de mini-expansões e expansões deluxe.

Game Design – É como se refere ao ato de criar jogos, como projeta-los e construí-los.

CGA – Acrônimo para Card Gamers Anônimos, é o nome do grupo do facebook que mantenho com o intuito de agregar os fãs de card games em geral!

Mecânica – Embora não haja na literatura uma única definição de mecânica de jogos aceita, seu conceito é sempre parecido, apenas com ligeiras diferenças. Mecânicas são as partes estruturais do jogo, como regras, componentes, objetivos, recursos e outras coisas. Para aqueles interessados em entender melhor podem querer ler o livro do Jesse Schell, The Art of Game Design: a book of lenses;

Feedback Positivo – É quando ao executar uma ação que concretiza algum objetivo o jogador que a executou reafirma sua posição de liderança com alguma forma de beneficio para si ou debilitação para seus oponentes. Exemplo: Em Mombasa, quando um jogador avança além de uma certa posição em suas trilhas ele adquire um espaço de cartas extra, permitindo que suas ações sejam mais fortes dali em diante.

Feedback Negativo – É quando ao executar uma ação que concretiza algum objetivo o jogador que a executou reduz a sua posição de liderança com algum benefício para os outros jogadores ou alguma debilitação própria. Exemplo: em jogos em que a ordem dos turnos e determinada pela pontuação dos jogadores, normalmente o jogador com menor pontuação recebe o primeiro jogador, tendo uma vantagem para próxima rodada, assim ganhar pontos pode tirar este beneficio de um jogador.

Cardback – É a face de trás de uma carta, que pode, mas normalmente não tem impacto no jogo.

Starter deck – É um deck vendido fechado e com lista fixa, mesmo em TCGs, que tem como intuito ajudar novos jogadores a entrarem no jogo. É sempre um deck válido segundo as regras do formato e normalmente possui estratégias simples e cartas simples, para ajudar no entendimento básico do jogo.

Jogos analógicos – Jogos que são compostos majoritariamente por componentes analógicos, isto é, não digitais. Embora não proíba a existência de componentes digitais ainda se deve notar uma predominância do analógico apenas auxiliado pelos componentes digitais, se existirem.

Pitfall – É um termo usado em desgin para pontos da criação de um artefato que deve-se ter cuidado pois podem arruinar o resultado, pode ser uma decisão ou uma característica do processo, em suma é qualquer coisa que pontualmente pode reduzir a qualidade do resultado.

Efeito bola de neve – Termo utilizado quando as vantagens de um jogador em um jogo vão se acumulando cada vez mais e quanto mais vantagem mais ainda se adquire, criando um efeito cascata imparável. É sempre visto como algo muito ruim em jogos, pois estraga a experiêcia do jogo.

Compartilhe este Post

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMPARTILHAR

Glossário