Possessão Arcana

 
 
 
1-6
 
14+
 
120 min
 
Designer: Thiago Henrique Ferri
Mecânicas: Seleção de Cartas, Poderes Distintos, Rolagem de Dados, Tabuleiro Modular, Colocação de Tiles
Possessão Arcana é um jogo cooperativo nacional, nos moldes de dungeon crawl, criado pelo designer Thiago Henrique Ferri e lançado pela editora Sherlock S.A. em 2017. O jogo se passa nos dias atuais e os jogadores devem se unir para derrotar o senhor do submundo, utilizando de sua própria destreza, estratégia, da ajuda de seus familiares e de poderosos feitiços arcanos para derrotar demônios e encontrar os artefatos perdidos.

No início da partida, cada jogador escolhe um personagem, um item inicial e recebe sua ficha, marcadores, standee e cartas de magias, assim como a ficha, o marcador e as cartas de seu familiar. Os jogadores iniciam a partida na área inicial 01, o único tile revelado, e devem aventurar-se a procura dos três artefatos arcanos. No seu turno, um jogador pode realizar duas ações, na combinação que desejar, desde que apenas seja feito um ataque ou conjurada uma magia ofensiva. As ações possíveis são se movimentar (usando o seu valor de movimento), fazer um ataque corpo-a-corpo (testando sua capacidade física), conjurar uma magia, pegar um tesouro (quando adjacente a um marcador), usar um tesouro ou item, revelar um artefato (quando adjacente ao marcador), equipar ou desequipar um tesouro (pego anteriormente), trocar um tesouro (com um aliado adjacente) ou alguma ação descrita em uma habilidade em particular. Ao se mover para uma das bordas vazias de uma área, o jogador pode optar por revelar a próxima área, pausando seu turno para encaixar um novo tile ao tabuleiro, posicionando os marcadores e monstros e resolvendo sua carta de evento.

O combate, seja ele físico ou arcano, é parte essencial em Possessão Arcana, facilitando o caminho dos personagens e gerando pontos para sua progressão. Sempre que um demônio for derrotado, todos os jogadores recebem 1 ponto de experiência e aquele que o derrotou 1 ponto de mana. Pontos de experiência são utilizados para que os personagens subam de nível, diminuindo seu nível de possessão e adquirindo novas magias ou aprimorando atributos. Após o turno dos jogadores, os demônios são ativados (podendo ocorrer a Hora do Caos, caso não exista nenhum demônio em jogo) e por último avança-se a Invasão Arcana, podendo conferir bônus extras aos demônios em rodadas seguintes.

A utilização das magias é o grande diferencial de Possessão Arcana, pois sempre que um jogador conjurar uma delas, seu nível de possessão aumenta. Caso o marcador atinja o nível máximo, o personagem é tomado pelo poder arcano e se torna maligno, mudando sua condição de vitória e tornando-o inimigo de seus antigos aliados. Os jogadores vencem o jogo caso consigam reunir os três artefatos e vençam a condição especial do lorde sombrio. Os jogadores perdem o jogo se um de seus personagens for derrotado, porém caso a derrota tenha sido causada por um personagem possuído, seu controlador é coroado o único vencedor da partida.